ONCOLOGISTA PARTICIPA DE MARATONA EM NOVA IORQUE PARA HOMENAGEAR PACIENTES DE CÂNCER DE PRÓSTATA

ONCOLOGISTA PARTICIPA DE MARATONA EM NOVA IORQUE PARA HOMENAGEAR PACIENTES DE CÂNCER DE PRÓSTATA

A trajetória durante o tratamento de câncer pode ser tão imprevisível quanto uma maratona. Os altos e baixos, desde o diagnóstico até a reta final, assemelham-se ao caminho percorrido nos 42.195 metros, percurso que será feito pelo médico Fernando Sabino, membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, na maratona de Nova York, realizada no primeiro domingo do mês de novembro, dia 6.    

Oncologista e atleta amador nas horas vagas, Sabino corre desde 2011 e realizou sua primeira maratona em 2014, em Berlim.  Além da corrida, o médico também pratica triatlo, competição que envolve 3 modalidades: natação, ciclismo e corrida. 

Uma corrida pela vida

O prazer pelo esporte ganhou força com o desejo de homenagear seus pacientes. Na camiseta carrega alguns nomes de pacientes que ainda estão em tratamento, que já se recuperaram e os que se foram. Com o intuito de mostrar a força de todos aqueles que passaram pelo câncer de próstata, o oncologista corre os 42.195 metros carregando a bandeira do Novembro Azul pela prevenção e cuidados com a saúde do homem. 

"Essa é uma forma de chamar a atenção para o Novembro azul e homenagear todos os meus pacientes e aqueles que lutam contra o câncer. Costumo comparar o tratamento do câncer com uma maratona. Ambos são uma competição longa e dura. Mas sempre temos os amigos que nos dão força no meio do caminho para continuarmos. Você tem que completar aquela prova". 

Maratona de Nova York 

Umas das corridas mais disputadas e famosas do mundo, ela ocorre desde 1970. Com uma média de 400 a 500 mil interessados e vagas para 60 mil pessoas, a organização da prova faz um sorteio para definir os participantes.

Sabino tentou correr em 2015, mas não foi contemplado no sorteio. Com a pré-inscrição aceita e selecionado neste ano, ele participará da 46º edição da prova e usará uma camiseta com os nomes de alguns pacientes.