NOVEMBRO AZUL SE CONSOLIDA NO CALENDÁRIO DAS GRANDES CAMPANHAS NACIONAIS, DE NORTE A SUL DO BRASIL

NOVEMBRO AZUL SE CONSOLIDA NO CALENDÁRIO DAS GRANDES CAMPANHAS NACIONAIS, DE NORTE A SUL DO BRASIL

Com a realização de diversas ações e a força no meio digital, o Novembro Azul se consolida como grande campanha nacional de saúde, impactando 96 milhões de pessoas. A sociedade abraçou a causa, manifestando seu apoio em toda a rede, possibilitando esse grande alcance em 2016. 

Blogueiros, celebridades, influenciadores, empresas, entidades de diversos setores... Foram muitas as manifestações de apoio à campanha nas redes sociais. Atrizes como Helô Pinheiro e Ana Hickmann, o ator Carlos Casagrande, Victor e Léo, Sabrina Sato e milhares de outras pessoas reforçaram esse alerta.

Só nas mídias sociais foram quase 3,2 milhões de pessoas alcançadas e mais de 1 milhão de visitas ao site do Instituto Lado a Lado pela Vida, idealizador do Novembro Azul. Os números refletem a importância de uma campanha digital que atravessa o país levando informação de qualidade a um maior número de pessoas, empoderando-as para cuidarem de forma integral da sua saúde.

O Brasil se vestiu de azul para reforçar esse alerta, com diversos monumentos, prédios públicos e privados iluminados com a cor da campanha. O grande símbolo nacional, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, ficou iluminado de azul.  Também se vestiram de azul o Viaduto do Chá e a estátua do Borba Gato em São Paulo. Em Brasília, diversos prédios como a Câmara do Deputados e o Itamaraty, assim como a Estátua do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, Ceará; a Igreja Santíssimo Sacramento, em Itajaí, Santa Catarina; o Mercado do Rio Vermelho, em Salvador, Bahia; o Teatro Amazonas, em Manaus; a Ópera de Arame, em Curitiba e muitos outros locais.

Um dos pontos importantes da programação foi o II Fórum Ser Homem no Brasil, realizado no Senado Federal, em Brasília. Com a participação de médicos, profissionais de saúde e representantes do Poder Público, o evento lançou um novo olhar sobre a saúde do homem e discutiu acesso e tratamentos disponíveis para o homem com câncer de próstata hoje e a construção de uma linha de cuidados para a saúde do homem, centrada no acolhimento diferenciado.   

Outro destaque foi o lançamento de uma pesquisa inédita com a participação de 1.130 homens a partir de 18 anos de idade, de todas as classes sociais e nas principais capitais para entender como está a saúde do homem brasileiro e traçar estratégias que o ajude a viver mais feliz, mais saudável e por mais tempo. 

Durante todo o mês foram realizadas, em todo o país, atividades de orientação com distribuição de material informativo. Foram distribuídos aproximadamente 8 milhões de folhetos informativos. Os materiais também ficaram disponíveis e foram acessados pelo site, que somou 13 mil downloads. 

Ações e bigodões chamam atenção do público

As ações do Novembro Azul realizadas em parques, avenidas, praças, entidades sempre chamam atenção do público. Este ano o destaque foi para o bigodão, símbolo da campanha, que encantou crianças, jovens e adultos. Ele esteve no Ceagesp, na Assembleia Legislativa de São Paulo, em praças e avenidas como a Avenida Paulista, o Conjunto Nacional, em escolas, empresas, entidades. No fechamento da campanha, quatro bigodões - loiro, preto, grisalho e com cartola - circularam no dia 30 pelo Aeroporto de Congonhas. O alerta do Novembro Azul esteve presente em cartazes e vídeos em trens, metrôs e ônibus.

No Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, dia 17, o Novembro Azul atravessou fronteiras e chegou ao coração de Manhattan, em Nova York. Novamente o centro turístico do mundo irradiou a cor azul em seu principal painel.  O famoso painel da Times Square ganhou um aviso especial sobre a importância de o homem cuidar de sua saúde, alerta da campanha do Instituto.

O mote desta edição foi a abordagem De Novembro a Novembro Azul - Movimento permanente pela saúde integral do homem. Então, o novembro chega ao fim, mas o Instituto Lado a Lado pela Vida segue durante todo o ano com essa importante missão de levar informação de qualidade, lembrando que cuidar da saúde também é coisa de homem.

Novembro Azul em números:
3,2 milhões de pessoas alcançadas nas mídias sociais
112 mil compartilhamentos
+ de 1 milhão de visitas ao site
8 milhões de folhetos de distribuídos
2.760 ações realizadas
96 milhões de pessoas impactadas
1,8 milhão de pessoas alcançadas pelas postagens no Facebook